• Fernando Nishiyama

Employer Branding: O que é, como funciona e benefícios

Atualizado: 11 de jan.


Como a marca empregadora pode ajudar negócios a serem mais eficientes e terem pessoas mais motivadas



A satisfação com o local de trabalho é fundamental para manter a produtividade da equipe e criar uma imagem positiva para a empresa. Porém, manter os melhores profissionais no quadro de funcionários é um grande desafio, principalmente em momentos de crise. É um movimento natural do profissional qualificado ir em busca de oportunidades melhores, então como fazer para motivá-los e evitar a rotatividade da empresa?

Para que isso ocorra, a empresa precisa ter algum diferencial das outras, sem contar que precisa ser atraente para os consumidores. É aí que o Employer branding entra. Mas você sabe o significado desse termo? Nesse artigo falaremos um pouco mais sobre ele e a sua importância nas empresas.


O que é Employer Branding?

Employer Branding pode ser considerado um conjunto de técnicas e estratégias que visam construir e manter a imagem positiva da empresa. Porém os alvos desta estratégia não são os clientes finais, mas sim os colaboradores da própria empresa.

Ela foca em manter ou melhorar a imagem da empresa, de forma a fazer com que os funcionários permaneçam trabalhando lá e que a sua boa reputação possa atrair pessoas realmente talentosas para o quadro de colaboradores.


Qual a importância do Employer Branding?

Considerando o atual ambiente competitivo que é o mercado de trabalho, perder funcionários pode custar caro para as empresas, então as mesmas estão utilizando táticas como o Employer branding para manter os colaboradores fiéis à marca empregadora e conseguir recrutar outros.

Outro fator importante é que o Employer branding aumenta a produtividade da equipe. Afinal, quando você trabalha em um lugar que gosta e sente orgulho da empresa, procura se esforçar mais para corresponder às expectativas do empregador.

Essa prática também contribui para a redução de custos com recrutamento e seleção. Uma empresa com uma boa reputação tem uma grande chance de atrair pessoas mais qualificadas, o que diminui o tempo e dinheiro investido no processo.

Um Employer branding bem feito faz com que os colaboradores da própria empresa a vejam como uma ótima oportunidade – tanto para o crescimento pessoal quanto para a valorização profissional. Desta forma, as mentes talentosas que quiserem fazer parte dessa comunidade irão se esforçar ao máximo para isso, do mesmo jeito que os funcionários irão dar o seu melhor para continuarem a fazer parte do time.


Como implementar o Employer Branding?

Implementar essa prática requere planejamento, senão acaba se tornando uma iniciativa que começou com entusiasmo e depois foi abandonada por não ter o efeito esperado. Com esse pensamento, o que é mais apropriado é um conjunto de iniciativas, não ações isoladas. Essas iniciativas devem se basear na cultura da empresa, nos seus principais valores.

É importante que a empresa estabeleça a sua missão, sua visão e seus valores. Muitas empresas não dão muita atenção a essas premissas e acabam contradizendo seus valores no dia a dia.

Além disso é importante fazer uma análise do ambiente de trabalho atualmente. Essa análise é fundamental para saber o que pode melhorar, então fazer perguntas para os colaboradores sobre o que eles acham do ambiente, o que pode melhorar, o que está bom, pode ajudar a estruturar o Employer Branding da empresa.


É importante também separar as opiniões em dois fatores: mensuráveis (financeiro) e não mensuráveis. Desta forma fica mais fácil para realizar a análise. Após ouvir as críticas de todos, reflita a respeito: quais são realmente importantes para melhorar o ambiente?

Agora focando na atração de novos talentos, algo que é de suma importância é tratar bem os candidatos nos processos seletivos. Afinal de contas, você quer atrair os mais qualificados para a sua empresa, certo? Eles não terão interesse em fazer parte da sua comunidade se forem tratados como “só mais um” durante o processo seletivo. Forneçam feedbacks constantes, tirem quaisquer dúvidas que eles possam ter. Mesmo se o candidato não fizer parte do seu quadro de funcionários, ele será grato pelo retorno e essa gratidão pode melhorar a reputação da sua empresa.


Cases de Sucesso de Employer Branding


Todo ano os cientistas e editores do LinkedIn analisam bilhões de ações de usuários da empresa ao redor do mundo a fim de revelar as empresas que estão atraindo e retendo mais talentos. A abordagem orientada por dados baseia-se no que os usuários estão fazendo, e não apenas dizendo, na sua busca por uma carreira de sucesso. O resultado disso é a Top Companies, uma lista com as 25 melhores empresas para se trabalhar.

As ações dos usuários são analisadas com base em quatro pilares principais: interesse na empresa, interação com funcionários da empresa, demanda por vaga e retenção de funcionários.

A lista desse ano (2019) foi publicada no dia 3 de abril. Segue abaixo as 10 primeiras empresas desta lista:

Para acessar o resto da lista, clique aqui.

Abaixo seguem algumas empresas que também merecem ser mencionadas por mandarem muito bem no Employer branding:

1. Google

Há máquinas de doces espalhadas pelos corredores, dias especiais para fantasia, mesa de jogos, games eletrônicos e muito mais, tudo isso visando transformar o ambiente no mais confortável possível.

Fora que os horários são flexíveis, não ter nenhuma regra rigorosa para vestimentas e uma excelente cultura organizacional de desafios e recompensas.

2. Starbucks

A empresa tem uma conta no Instagram e no Twitter (@StarbucksJobs) para promover os seus colaboradores, que são chamados de parceiros pela empresa. Dessa maneira eles se sentem mais valorizados, parte da empresa e sintam orgulho por estarem fazendo a diferença.

3. L’Oréal

Depois de atingir a marca de 300.000 seguidores, a marca não só comemorou, transformou isso numa campanha genial de recrutamento.

Reconhecendo que 70% dos seus seguidores tinham interesse em oportunidades de emprego, a marca lançou a campanha Are You IN. Durante a campanha eles identificaram os defensores da marca e pediram para que contassem a sua história com a L’Oréal.

Fazendo isso a marca não só aumentou o engajamento com os seus seguidores, mas os puxou para uma conversa, estabeleceu uma conexão com eles.

Conclusão

Se as empresas querem se diferenciar no mercado, precisam de uma equipe qualificada, o que se apresenta como um desafio para todo departamento de RH. Investir no Employer Branding pode ser o primeiro passo para alcançar esse diferencial entre as demais empresas no mercado.

O Employer Branding é uma prática a longo prazo, portanto é preciso que trabalhe com paciência nela e de maneira constante, mantendo ou melhorando a imagem positiva da empresa aos poucos.

Agora que você entendeu o que é Employer Branding e entendeu sua importância, que tal conhecer ferramentas que ajudam na sua estratégia de marca empregadora? Nossa plataforma acompanha as diferentes etapas da jornada dos colaboradores, desde antes do primeiro dia, até depois do último dia. Do onboarding ao offboarding como você nunca viu! Fale com um consultor.



Qualquer dúvida deixe seu comentário.


Até mais! 💜


#EmployerBranding

148 visualizações0 comentário