• Time Botnicks

RH Ágil: O que é, características e como implementá-la

Atualizado: 21 de fev.

A metodologia ágil aplicada ao RH permite que a área deixe de ter processos tão manuais e burocráticos, e passe a focar mais na estratégia e no desenvolvimento de seus colaboradores. Descubra se sua empresa anseia pela metodologia que ajuda a construir equipes mais colaborativas e estratégicas.






A princípio a metodologia ágil surgiu da necessidade dos engenheiros de softwares de tornarem a gestão de seus projetos tecnológicos menos inflexível e longa, mais ágil e assertiva. Ou seja, agilidade, flexibilidade e iteratividade é o tripé que a fundamenta.


Hoje em dia, é possível encontrar este conceito em diversas outras áreas no contexto corporativo, não sendo somente exclusiva para a área da tecnologia. O objetivo dessa aplicabilidade é aumentar a agilidade na hora de gerir processos, melhorar a produtividade, e saber gerenciar prioridades.


E é claro que o setor de recursos humanos não poderia ficar de fora. Você com certeza já deve ter ouvido falar do RH ágil. Confira neste artigo:



O que é a metodologia ágil?


A Metodologia ágil ou agile, foi criada a partir da necessidade dos desenvolvedores de softwares de responderem rapidamente as mudanças que ocorriam nos processos dentro da tecnologia, ou seja, o objetivo era transformar um ambiente onde os projetos tecnológicos ocorriam de forma linear - etapa após etapa - inflexível e inadaptável, em um em que as mudanças e otimizações fossem parte vital do ciclo de criação de produtos e serviços.

Foi nesse cenário que em 2001 surgiu um documento assinado por 17 desenvolvedores de softwares, que ficou muito conhecido nos EUA, o chamado “Manifesto para o Desenvolvimento Ágil de Software”, este contém 12 princípios utilizados na metodologia: Saiba mais a fundo os princípios por traz do manifesto ágil, assim como os 4 valores chave:


- Indivíduos e interações acima de processos e ferramentas;

- Software funcionando acima de documentação abrangente;

- Colaboração com o consumidor/cliente acima de negociação de contratos;

- Resposta às transformações/mudanças, mais do que seguir um plano.



Como implementar a metodologia ágil?


Para a implementação da metodologia ágil em si, seja na área de recursos humanos ou em outro departamento, é necessário seguir alguns passos:



Abraçar a estratégia


Tratando-se de uma metodologia que visa aumentar a agilidade dos processos e focar em resultados, o primeiro passo é criar uma estratégia para a transformação ágil, ou seja, mudar aos poucos a mentalidade tradicional do RH, para um RH ágil. É importante que todos estejam motivados para que a implementação aconteça de forma eficiente.


Mas como cultivar essa cultura dentro da empresa? Através de uma liderança que incentivem os colaboradores a acolherem mudanças e se adaptarem aos imprevistos.



Liderança


Considerando uma das características da metodologia ágil - a iteratividade - é necessário que os líderes sejam mentores, que motivem seus colaboradores e ensinem que nem tudo pode ser previsto. A flexibilidade para se adaptar as mudanças e testar novos modelos é a chave, por isso os líderes devem possuir tais competências para que possam cultivar a ideia dentro das equipes.



Treinamentos


Treinamentos tanto para líderes quanto colaboradores são essenciais no aprofundamento no assunto e desenvolvimento das competências citadas acima. Ofereça treinamentos que capacite a equipe toda.



Identificar o valor e mapear os processos


Seguindo a transição, a empresa deve entender que mudança não ocorre de uma hora para outra e ter em mente que adotar a metodologia ágil pode levar tempo e não deve-se pular nenhuma etapa.


O próximo passo é escolher quais os departamentos e projetos se beneficiariam do método e trazê-los para desenvolvimento ágil do RH, para isso pontue quais processos dentro desses departamentos poderiam se beneficiar com maior dinamismo e agilidade, ou seja, quais tarefas são realizadas de forma repetitiva e que poderiam gerar mais valor para a área em questão?



Conceito e principais características do RH ágil


Por que trazer a abordagem ágil para o RH? No setor de recursos humanos, o papel da metodologia ágil é trazer a cultura da inovação tanto para os processos e entregas do próprio setor, quanto para todos os departamentos da organização. Dentre os tantos benefícios propostos pela metodologia ágil de RH, destacamos justamente a construção de equipes colaborativas com foco em inovação.


É preciso, no entanto, como já citamos anteriormente, perceber que implementar a agilidade não acontece da noite para o dia. É necessário, planejar, estabelecer metas claras e precisas, bem como treinar uma liderança que abrace e internalize os princípios e valores por trás da metodologia.


Acompanhando essa tendência, em 2019, anos mais tarde após o Manifesto para o Desenvolvimento Ágil de Software, foi criado o Manifesto para o Desenvolvimento Ágil do RH, um instrumento poderoso para gestão de pessoas que segue princípios sustentáveis e colaborativos.





RH tradicional x RH ágil


Veja algumas boas práticas do RH para a transformação ágil:



Criar equipes multidisciplinares


Profissionais com perfis e habilidades diferentes é parte essencial para se formar times multidisciplinares e criar processos e negócios inovadores. Nesse quesito o papel do RH é atrair e recrutar para a empresa colaboradores com habilidades e talentos complementares.


Nesse sentido, o aprendizado na diversidade dos perfis profissionais é capaz de promover o desenvolvimento pessoal, e profissional do colaborador, e consequentemente contribuir com as decisões estratégicas da empresa.



Estabelecer a cultura do feedback


Dentro do manifesto de desenvolvimento do RH ágil, a transparência aparece como um dos valores para o desenvolvimento de um fluxo de trabalho mais envolvente. Nesse quesito, o papel do RH é estruturar a cultura do feedback em todos os seus processos para que os colaboradores se sintam seguros e vejam a importância dessa cultura nas relações de trabalho.



Tornar o RH mais estratégico e menos operacional


Nesse quesito, o papel do líder hoje em dia vai além de supervisionar as atividades da equipe. Para que o RH deixe de ser uma área totalmente operacional, é importante que os líderes estejam preparados para desenvolver e dar maior autonomia aos seus colaboradores.



Desenvolver pessoas


O investimento em treinamentos e mentorias é importante quando se trata do desenvolvimento de pessoas. Nesse quesito, o papel do RH é planejar a capacitação constante de seus colaboradores.



Conforme a agilidade ganha força no mundo corporativo, é preciso que cada vez mais departamentos se adequem ao método ágil, migrando do modelo tradicional para um modelo de gestão mais flexível, atualizado e de alta performance.


Por isso, um RH que facilita seus processos do dia-a-dia e foca no desenvolvimento de seus profissionais é capaz de gerar vantagens competitivas para a empresa como um todo. E aí, a metodologia de RH ágil passou de apenas um termo comum para você? Tenho certeza que diante de tudo isso, sua empresa não vai ficar de fora.


Aproveitando que você se interessou por este tema. Há vários desafios que o RH enfrenta em relação a agilidade e assertividade quando falamos da jornada dos colaboradores na empresa, são diversas atividades manuais: e-mails, follow-ups, pesquisas e etc, que impedem o time de focar em interações mais personalizadas e casos específicos.


Que tal saber como nossa plataforma aplica os conceitos de RH ágil? Automatize processos rotineiros e acompanhe as taxas de engajamento dos colaboradores em diferentes cenários. Conheça nossa plataforma, agende uma conversa.



Qualquer dúvida deixe seu comentário.


Até mais! 💜





25 visualizações0 comentário